Visualizações:

contador gratuito de visitas
MEU IP

Em questão de negar benefícios, é importante saber que muitas vezes, infelizmente os segurados acabam ficando nas mãos do INSS. Pode haver irregularidade na análise dos documentos do segurado, bem como, a irregularidade na pericia realizado pelo próprio INSS. Mas existem meios legais para fazer com que as mudanças aconteçam. Teve seu benefício indeferido? Continue a leitura e saiba como agir nesse caso.

Uma maneira é através do pedido de reconsideração, cujo prazo é de 30 dias. Esse prazo passa a ser contado a partir do dia em que o contribuinte passa a ter ciência da negativa. Através deste pedido é possível uma nova perícia realizada por outro profissional.

Você também pode anexar ao pedido alguns laudos e exames próprios. A fim de acrescentar informações ao seu recurso e deixar esta prova registrada na sua solicitação. Ainda que o pedido de reconsideração não seja aceito, é possível entrar com um recurso, para o próprio INSS.

Caso nenhuma dessas alternativas administrativas seja frutífera, é possível que você ingresse com um Processo Judicial para recorrer a decisão do benefício negado.

Judicialmente há a possibilidade de apresentar mais provas do que pela forma administrativa, como testemunhas, pericias, portanto é uma alternativa muito validada.

Portanto, existem várias alternativas viáveis quando o benefício é negado pelo INSS. Embora possa ser uma situação frustrante, ressaltamos que não há razões para os segurados abrirem mão de seus direitos.

É importante sempre reforçar, que para evitar a demora dos recursos, se você não sabe como localizar os documentos necessários ou precisa de auxílio para identificar os seus direitos, busque um advogado especialista para lhe auxiliar antes mesmo de ingressar com o pedido de benefício, garantindo assim, a solicitação de forma correta.

Continue acompanhando nossos artigos e mantenha-se informado.