Um guia prático e completo para acessar o site e aplicativo do MEU INSS.

Quando se trata de INSS, as dúvidas são grandes, as mais variadas possíveis: desde quanto tempo leva um processo administrativo pelo INSS, em quanto tempo consigo minha aposentadoria ou auxílio doença…, mas nenhuma chega aos pés da questão mais feita pela grande maioria de pessoas: como utilizar o Meu INSS?

O Meu INSS, é um site e um App (aplicativo para aparelhos celulares), que foi desenvolvido, visando uma maior colaboração e facilidade aliada a comodidade para as pessoas que precisam acessar os serviços do INSS, sem ter que necessariamente ir até uma agência.

Isso facilita demais o trabalho de advogados da área de previdência, tanto quanto facilita para os usuários também, uma vez que, você pode acessar o site do MEU INSS através de seu computador, no conforto de sua casa, e até mesmo, para facilitar mais ainda, acessar através do aplicativo que está disponível para celulares de maneira geral, independente do sistema do aparelho.

Mas, o sistema do Meu INSS possui algumas peculiaridades que fazem com que, uma grande parcela de seus usuários encontra alguns problemas ou dificuldades na hora de acessar.

Muitos não sabem como fazer o acesso.

Simples: entra-se no site e aplicativo do MEU INSS, e insere seu número de CPF. Mantenha em mente, que: se você está fazendo qualquer tipo de solicitação no site ou aplicativo do INSS, eles (do INSS em si), possuem seus mais diversos dados no que tange previdência.

Então é normal colocar seu CPF para a consulta, já que o número dele é parte essencial e necessária para a consulta.

Mas, após a inserção do número do seu CPF, algumas das questões abaixo podem ocorrer, e vamos deliberar sobre cada uma aqui.

– A senha pode estar/dar como inválida.

Isso é algo muito mais comum do que você pensa. A senha estar errada e incorreta é algo que acontece com a maioria das pessoas, uma vez que, temos muitas senhas em diversos aplicativos diferentes. Então é normal acabar esquecendo alguma mesmo.

O passo para solucionar este problema, é redefinir sua senha (fazer uma nova senha). No aplicativo ou no site, você clicará na opção “redefinir senha”, e inserir o e-mail que você cadastrou para a consulta do aplicativo ou site do MEU INSS.

Uma nova senha temporária será enviada para seu e-mail após esse passo do processo ocorrer. Você copiará essa nova senha, vai inserir no seu aplicativo ou site do MEU INSS, e escolher uma nova senha.

Tome um bom cuidado para evitar este problema novamente: anote a nova senha em algum lugar que não apagará e que você terá acesso de maneira fácil.

Após entrar, você poderá escolher entre várias opções que o site e aplicativo do MEU INSS disponibiliza para você.

Existem os serviços sem senha: neste caso, você não precisará daquela senha anterior que falamos acima, pois, estes serviços, são disponibilizados sem a necessidade da senha em si.

Os serviços sem senha estão listados como:

– Novo pedido – Uma opção para você fazer um novo pedido de um benefício que já tenha acabado ou sido suspenso sem algum motivo aparente. É importante, antes de qualquer serviço que você escolha, ter seus dados necessários e básicos em mãos: número de RG, número de CPF, número da Carteira de Trabalho, endereço atualizado, e comprovantes tais como: holerite, contrato de trabalho ou da convenção de trabalho que você participa – se participar de alguma.

Tudo isso fará com que o processo se dê de maneira muito mais célere (rápida), facilitando para o órgão (INSS) e para você, toda a experiência.

– Agendar perícia: Esse é um tópico do qual temos um outro artigo aqui no blog, dando o passo a passo. O agendamento de perícia, pode ser algo que confunde algumas pessoas as vezes. E não tem nada de errado nisso.

Anteriormente, o agendamento da perícia se dava com a ida da pessoa até a agência do INSS. Tinha todo o processo de pegar senha, aguardar sua vez… Porém, com o advento da doença causada pelo vírus do Covid-19, muito teve que ser mudado, para que as pessoas não precisassem estar em contato com outras e se deslocar.

Outra pegadinha em relação ao agendamento de perícias se dava da necessidade de precisar ligar no número do INSS (por telefone), e fazer o agendamento.

Isso ainda é algo possível, porém, você já consegue fazer isto pelo site agora também, e sem precisar de uma senha. Mas todo o processo permanece o mesmo acima: esteja com toda sua documentação perto de você, e uma caneta e papel, ou mesmo seu celular, para anotar a data e horário de quando sua perícia vai ocorrer.

E quando for o dia, não se esqueça de ir. Caso você perca o dia e horário, isso lhe trará muita dor de cabeça.

– Emitir Guia de Pagamento (GPS) – Essa opção do MEU INSS (tanto do site quanto do aplicativo), abrirá uma nova janela onde você pode emitir uma guia de pagamento, dos cálculos de contribuições de afiliados, a partir de 29/11/1999.

Dados que serão pedidos e é de extrema importância ter junto de você:

No setor cálculo, escolher sua categoria: Contribuinte, doméstico, facultativo ou segurado especial. Lembre-se, você faz parte apenas de um. Logo após vem seus dados como contribuinte: número do NIT/PIS/PASEP (essas informações são encontradas em sua carteira de trabalho e também no contrato – em caso de pessoas que não são contratadas pelas consolidações das leis trabalhistas, mais conhecida como CLT).

Logo após tudo isso efetuado, você poderá emitir a guia, que sempre estará com a data atual do cálculo (sempre o dia que você emite a mesma).

– Comunicação de Acidente de Trabalho (CAT) – Sem senha, você também poderá fazer a comunicação de um acidente de trabalho que possa ter ocorrido com você. Preencher todos os dados que se pede é de extrema importância, pois, benefícios e sanções podem e vão partir após essa comunicação.

– Calendário de pagamento – Uma boa opção para aqueles que esquecem de vez em quando sobre a data de algum pagamento que possa a vir receber do INSS durante um tempo. Está sempre atualizado e é uma mão na roda.

– Encontre uma agência – Também é uma opção que se mostra necessária tanto em cidades pequenas, quanto em cidades grandes. Para aqueles de cidades menores, essa opção é boa pois, muitas cidades podem designar seus serviços de INSS para uma cidade vizinha ou um pouco mais perto. Então é importante demais consultar qual a agência mais próxima de você.

Para aqueles que moram em grandes centros, como São Paulo e Rio de Janeiro, também é de bom uso, pois, pode haver a chance de existir diversas agências, mas nenhuma relativamente perto. Com essa opção, a pessoa pode vir a consultar qual a mais próxima de si quando solicitar algum serviço.

– Verificar autenticidade de documentos: está com dúvida se algum documento que foi entregue por seu chefe ou o responsável do setor de RH é real? Esse é o caminho. Você pode consultar a veracidade do mesmo, assim, você se sente mais seguro (a) para exercer seu trabalho.

– Inscrever no INSS – Lhe dá a opção de se inscrever no site com um cadastro, e receber informações que eles lhe encaminharão por e-mail.

Já nos serviços do MEU INSS que requer senha, você poderá encontrar as opções:

– Requerimentos: Iniciar um novo requerimento ou localizar a agência. Isso é necessário quando você precisa de um requerimento novo para algum pedido administrativo que será realizado a partir da agência do INSS.

– Perícias Médicas: nessa opção com senha, você também pode agendar uma nova perícia, dependendo do resultado de sua última, ou mesmo que seja a primeira. Mas, a diferença dessa opção com senha, é obter o resultado de uma perícia da qual você pode ter realizado há pouco tempo. Essa informação também é conseguida pelo telefone do INSS, mas, aqui você consegue ver todo o material: se foi indeferida (negada), os motivos que levaram a isso.

– Benefícios: Aqui é onde entra os assuntos mais falados quando se trata de INSS e do MEU INSS – aposentadorias e salário maternidade. As aposentadorias se dão em diversos motivos, sendo os dois mais conhecidos: aposentadoria por idade e aposentadoria por tempo de contribuição) e o salário maternidade.

Você pode fazer o pedido aqui nessas opções, e até mesmo contar com uma seção do MEU INSS que é de grande ajuda: a calculadora de aposentadoria.

Com ela, você vai inserir todos os dados que precisa, de todos os seus trabalhos (mas lembre-se: caso já seja cadastrado, suas informações constarão ali), e ver quanto tempo ainda falta para você se aposentar em algumas das duas opções – por idade ou por tempo de contribuição.

Essas são todas as opções que constam no aplicativo e no site MEU INSS. Você precisa apenas cadastrar uma senha, guarda-la e sempre que necessário, consultar você mesmo (a) suas informações previdenciárias.

Caso tenha alguma dúvida, sempre consulte um advogado especializado na área previdenciária. Isso lhe poupará muito trabalho e tempo.