Visualizações:

contador gratuito de visitas
MEU IP

O momento da liberação da aposentadoria é muito esperado na vida do contribuinte, o segurado que faz a solicitação do benefício junto ao INSS vai para uma fila de espera onde há milhares de pessoas na mesma situação. Há casos em que os benefícios levam meses ou até anos para serem concedidos, porém, muitas vezes isso pode acontecer por erro do próprio solicitante. Os erros na hora do pedido de aposentadoria podem ser evitados de maneira simples.

Dentre os erros mais comuns estão: falta de tempo de contribuição, documentação incompleta e divergência de dados.
Nesse artigo você encontrará tudo sobre solicitação de aposentadoria e possíveis erros a se evitar.

Documentação Incompleta

Um dos principais erros na hora do pedido de aposentadoria junto ao INSS é a falta de documentação. No momento de solicitação do benefício, é analisado todo o período de contribuição do trabalhador, eis que, todas as informações são comprovadas através de documentações.


Ter todos os documentos em mãos é indispensável na hora do pedido de qualquer benefício.

Elaboração Incorreta do PPP

O PPP (Perfil Profissiográfico Previdenciário) é um documento que descreve o histórico do trabalhador na empresa. É obrigatório que seja corretamente preenchido, pois, o mesmo será analisado pela perícia médica previdenciária do INSS.

Falta de Conferência do CNIS

Pode acontecer de o segurado ter o pedido de benefício indeferido por conta de um erro muito simples que é a falta de conferência e atualização do CNIS. Você pode conferir seus dados do CNIS sem precisar sair de casa. Basta acessar o portal MEU INSS e criar uma senha. Após isso, selecione Extrato Previdenciário – CNIS. Clique aqui e acesse a página do MEU INSS.

DOENÇA X CONCESSÃO DE BENEFÍCIO

A doença em si não garante o benefício por incapacidade. O que lhe da direito ao benefício é o fato do segurado estar impossibilitado de realizar seu trabalho permanentemente.

Pode parecer meio confuso, mas, vamos usar um exemplo:


Maria está com câncer, embora seja uma doença muito grave, ela não afeta em seu trabalho, ou seja, Maria consegue trabalhar. Nesse caso, não é a doença que garante o recebimento do benefício, e sim o fato de ser impossibilita de trabalhar.


É muito importante que o trabalhador junto os laudos médicos e outros documentos que comprovem toda a situação, detalhando os prejuízos que a doença traz e as atividades realizadas no trabalho.

Divergência de Dados

Os pedidos de benefício são realizados através do portal MEU.INSS, que é um sistema integrado ao banco de dados da Receita Federal, por isso, é importante conferir se os dados são os mesmos no portal do INSS e na Receita Federal.

Demora na Solicitação da CTC

A CTC (Certidão de Tempo de Contribuição) é um documento que certifica o tempo e os salários de contribuição do trabalhador. Em muitos casos o tempo de emissão do documento leva mais de 1 ano, portanto, se está prestes a se aposentar, faça já o requerimento do documento.

Para solicitar sua CTC não é necessário comparecer a uma agência do INSS, a solicitação e recebimento podem ser feitos diretamente pelo portal MEU INSS.

Essas são algumas das falhas mais comuns cometidas pelos solicitantes. Evite erros na hora do pedido de aposentadoria, procure um advogado de confiança e tenha auxílio ao solicitar seu benefício.